As pontes de Londres

Desde os primórdios, por necessidade e pelo desenvolvimento, as cidades foram construídas às margens dos rios. Logo na sequência houve a necessidade de travessia de uma margem à outra sem a utilização de barcos. Assim, iniciaram-se os projetos das pontes.

Como Londres é uma das cidades mais antigas do mundo, vamos comentar sobre algumas pontes sobre o rio Tâmisa, rio este, que corta a capital inglesa e é o maior rio totalmente inglês.

Ao longo de seu percurso o rio Tâmisa possui 33 pontes na grande Londres. Comentaremos sobre algumas delas.

Dentre tantas, selecionar algumas torna-se uma tarefa um tanto quanto árdua, por isso, utilizamos os critérios: importância histórica, beleza e antiguidade. Como o critério beleza é uma característica de cunho visual, temos um vídeo em nosso canal do YouTube – Batendo Perninha, onde te oferecemos belas imagens (link: https://www.youtube.com/watch?v=BhhwovVszT8&t=1094s).

A Tower Bridge, sem dúvida, é um cartão postal da cidade. Por este motivo, reúne milhares de turistas todos os anos para apreciar a vista e, com isso, contribui em muito para a economia da cidade.

Muito próxima da Tower Bridge encontra-se outra importante ponte: a London Bridge. Esta leva o nome da cidade, sendo a primeira ponte a ser construída sobre o rio Tâmisa, ainda durante o Império Romano há cerca de dois mil anos. Ela já passou por inúmeras reformas e hoje não está no local original. Foi reconstruída a cerca de 30 metros de distância da original. Ao comentar sobre uma ponte milenar, não podemos deixar de falar da Millennium Bridge.

A Millennium Bridge é uma ponte construída no início deste milênio, localizada em outro cartão postal da cidade com uma linda vista para a Catedral de São Paulo (St Paul’s Cathedral). Fato interessante é que ela foi construída apenas para a travessia de pedestres. Esta ponte foi cenário de algumas cenas de filmes, dentre eles, Harry Potter.

Não distante da Millennium Bridge encontra-se outra ponte queridinha dos cineastas: a Westminster Bridge. Esse é o local de maior fluxo de pessoas pois, logo na sua cabeceira do lado norte, encontra-se o Parlamento Inglês e a Torre de Elizabeth (Elizabeth Tower), também conhecida pelo nome do relógio mais famoso do mundo: o Big Ben.

As próximas pontes são bem charmosas na nossa opinião. Albert Bridge, com uma construção ímpar, toda estaiada e iluminada durante a noite, é ainda mais bela. Já sua ponte vizinha carrega em seu nome o mesmo nome da sua região: Chelsea.

Com poucas milhas de distância da região de Chelsea, encontra-se a última, mas não menos importante ponte que comentaremos. A Richmond Bridge teve a sua estrutura planejada para resistir ao tempo. Com quase duzentos e cinquentas anos, é a única que resiste bravamente após a sua construção.

Enfim, todas as pontes possuem a sua importância. Mas, deixamos essas pontes como indicações de passeios em Londres pois elas irão te proporcionar belíssimas imagens e boas lembranças. Lembrando que, próximo a elas, pode-se encontrar ótimos restaurantes e cafés, que será assunto para um outro post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s